Participação

QA254 PERGUNTA: Sentimos muita dor com o número limitado de pessoas que se inscrevem nos cursos que oferecemos. Tenho a sensação de que não cumprimos alguma condição interior que atraísse as pessoas para nós, que existe um obstáculo que devemos estar criando. Minha opinião é que, em nossos anúncios e apresentações, não confessamos quem realmente somos e de onde vem nossa orientação.

Não dizemos que o instituto é o programa de extensão do Centro para a Força Viva, que é uma comunidade espiritual sob a orientação divina, cujas bases estão em um corpo de palestras ministradas a nós através do canal de Eva Pierrakos. Também sinto que nossa negligência em terminar o santuário expressa a mesma desconexão de nosso âmago.

RESPOSTA: Alguns de seus pensamentos são verdadeiros, não há dúvida sobre isso. O medo de ser ridicularizado ou de não ser levado a sério cria hesitação e recuo em relação a reconhecer a origem espiritual desse movimento. A negligência do santuário é uma representação muito real dessa atitude.

A meditação não tem importância suficiente, a oração é geralmente negada e negada, mesmo pelos mais comprometidos entre vocês. Essa vergonha do eu superior precisa ser eliminada. Nada mais é do que o reverso do orgulho do pequeno ego que quer ser superior. Seu santuário, em ambos os Centros, se usado corretamente, criará uma nova aura que será muito eficaz.

No entanto, no que diz respeito à escassez de inscritos para os seus cursos, existem também outras causas e motivos, que todos devem resolver por si próprios. Uma coisa é certa: vocês estão um pouco impacientes e não percebem que algo de valor precisa ser alimentado e crescido lentamente.

Há muita ansiedade em alguns de vocês para fazê-lo funcionar imediatamente em uma plenitude que não é realista esperar tão cedo. Essa ansiedade surge novamente da falta de fé. Construa na fé com o que você tem e confie que isso se multiplicará, como todos os aspectos do Pathwork fizeram.

Próximo tópico

Compartilhe