Deitado

52 PERGUNTA: Posso trazer à tona o assunto da mentira. Qual é o ponto de vista espiritual sobre as “mentiras inocentes” - mentiras para proteger uma causa maior ou prevenir feridas?

RESPOSTA: Minha resposta não pode e não deve ser dada em um nível externo. Muitos professores e ensinamentos permanecem no nível externo, no nível da conduta. Nesse nível, a resposta nunca poderia ser conclusiva. Na verdade, pode ser perigoso. No nível externo, são feitas regras que se tornam rígidas e mortas. E você não pode fazer uma regra. Existem tantas possibilidades, e cada possibilidade é diferente. Portanto, a minha resposta pode, a princípio, parecer pouco clara e, talvez, até um pouco ambígua. Não será tão satisfatório como se eu pudesse pronunciar uma regra e conduta para todas as alternativas. A única resposta verdadeira está no nível interno, e é esta:

Você sempre saberá o que fazer e qual é o curso certo - quer se trate deste assunto ou de qualquer outro - se tiver aprendido a ser honesto consigo mesmo o máximo que é capaz. Isso, por si só, é um processo longo. Somente em você mesmo você encontra a verdade que governará sua conduta externa adequada. Se você for honesto consigo mesmo, será capaz de julgar se o seu dilema se baseia inteiramente em motivos altruístas - a mágoa de outra pessoa, uma causa superior ou qualquer outra coisa - ou se esses motivos válidos também podem ocultar um egoísta.

Você saberá como avaliá-lo. A mera descoberta e conhecimento do possível motivo egoísta oculto lhe mostrará o curso a seguir. Sobre isso, nenhuma generalização pode ser feita. A descoberta do motivo egoísta mostrará a você que os altruístas externos não são mais válidos. Em outros casos, você considerará os motivos externos altruístas, apesar de ter descoberto os motivos egoístas; você verá que embora haja uma vantagem para você em considerar os outros, isso ainda é bom para todos.

Só você não vai se enganar mais. Mesmo o bom proceder seria prejudicial para você se você não estivesse ciente de sua própria verdade. A conduta certa que todos buscamos não reside na ação em si, mas na autoconsciência e na honestidade. Essa é a chave para todos os conflitos, seja mentir ou qualquer outra coisa.

Próximo tópico

Compartilhe