Dentes e gengivas

QA232 PERGUNTA: Tenho uma infecção gengival muito grave que provavelmente exigirá cirurgia dentária e, claro, prosseguirei no nível dentário. Mas sinto que tem um significado para mim.

RESPOSTA: Você precisa sentir o significado energético e o significado conceitual e a realidade desses movimentos com os dentes - os movimentos de cerrar e morder. Entre em contato com o fluxo de energia que entra lá e que você não permitiu que se expressasse e conteve seu medo.

Ao fazer isso, visualize meditativamente a expressão positiva da mesma energia e você pode transformá-la dessa forma. Claro, no nível físico, o trabalho tem que acontecer. Mas você evitará que o processo se manifeste, porque terá transformado essa energia.

 

QA241 PERGUNTA: Por muitos anos, tive problemas com meus dentes e gengivas. Este outono se tornou muito sério, então fui consultar vários periodontistas. Alguns aconselharam a cirurgia total da gengiva, o que eu não queria fazer porque achava que era uma coisa muito drástica, traumática e também muito cara. Outros periodontistas sugeriram que minha mordida deveria ser cuidada junto com uma limpeza profunda. Desde fevereiro eu vou a um desses periodontistas e ele tem feito isso. Em seguida, outro dentista aconselhou recentemente que eu deveria fazer uma cirurgia completa. Estou muito chateado e com muito medo e não sei o que devo fazer. Sempre penso em quando John Pierrakos me diz que eu tão rapidamente digo sim a qualquer médico que queira me operar. Tentei agora de outra maneira, mas não tenho certeza se fiz certo.

RESPOSTA: Obviamente, não posso e não direi o que você deve fazer. Mas o que vou ajudá-lo é ver quais atitudes internas existem em você que criam esse conflito. E são características que são aplicáveis, e como são, a ambos os lados - ao Sim e ao Não; fazer e não fazer.

Em primeiro lugar, existe um medo tremendo em você que exagera ambos. Quando você está ansioso demais para seguir os conselhos de todos os médicos, é tanto medo como se você negasse e não quisesse fazer nada. Seu medo de toda essa questão é, de fato, altamente exagerado, o que não significa que você deva ou não deva fazê-lo. É apenas o medo que realmente vem de uma obstinação muito forte e de um controle muito forte.

Os dentes em si são uma expressão simbólica do aperto - o aperto sexual, o aperto agressivo - em um sentido positivo. A detenção não é liberada. A agressão não é liberada. Então você espera. Portanto, você cria um bloqueio energético que, por sua vez, também cria esta condição. E é para isso que você deve olhar e trabalhar se realmente deseja saber o que seu Eu Superior aconselha.

Mas a sua ansiedade decorrente da vontade própria e da qualidade de retenção - o não desapego - é diretamente uma obstrução aos canais e inspiração do seu eu superior. Veja, quando você não quer fazer isso, você usa um argumento em que quer obedecer aos médicos muito rapidamente para segurar dessa maneira. Você fica com o dinheiro; você mantém o sentimento; você mantém sua confiança; você segura tudo. E essa é a própria condição que é tão problemática.

Sua reação emocional é realmente desproporcional. Pois o que você teme é apenas uma dor, um inconveniente e uma despesa. Mas não é trágico; e é a sua vontade própria que diz "Não, do meu jeito - sem dor, sem perda, sem inconveniência". Esse aperto, esse aperto específico, cria medo e, conseqüentemente, conflito.

Portanto, eu recomendo fortemente que você olhe com muito cuidado e especificamente para essas características que estão embutidas em você neste medo de ambas as maneiras - o medo de fazer isso e o medo de não fazer isso. Enquanto você não examinar os medos e o que está por trás deles, não saberá o que fazer. Você me entende?

PERGUNTA: Sim. Muito obrigado. É exatamente onde estou agora.

RESPOSTA: Sim. É por isso que seria tão prejudicial e errado aconselhar alguém nesta posição - faça isso ou aquilo. Porque a condição interna que criou a situação deve ser explorada.

Próximo tópico

Compartilhe