Fumar

QA128 PERGUNTA: [1964] Fumar é realmente prejudicial?

RESPOSTA: Do nosso ponto de vista, tudo o que é feito por compulsão e exageradamente é prejudicial, mas nunca o ato externo - a atitude interna. Se essa mesma atitude interior existe e se manifesta com outra coisa, é igualmente prejudicial.

Não precisa nem ser outra substância, digamos como drogas ou álcool ou mesmo comida em excesso. Pode ser uma atitude meramente mental ou emocional - digamos uma compulsão em ser excessivamente ordenado ou uma compulsão em ser desorganizado. Em todas essas coisas, como a compulsão, pode existir a mesma raiz. Isso é o que é realmente prejudicial.

Jesus disse: “O que você colocar na boca nunca poderá prejudicá-lo”. Quando ele disse: “O que sai da sua boca”, quis dizer o que está em você. É o que está por trás dos equívocos, das compulsões que surgem, dos medos, das culpas, das hostilidades que podem fazer você se apegar a uma determinada válvula de escape - mesmo que não seja essa válvula de escape - que é prejudicial, sempre e sempre.

Próximo tópico

Compartilhe