Ateus

26 PERGUNTA: O que acontece após a morte de uma pessoa que era ateu?

RESPOSTA: Existem esferas para todas as possibilidades. Você sabe muito bem que a questão não é tanto em qual religião você acredita, mas se você cumpre ou não o melhor que se pode esperar de você em sua encarnação. Se as pessoas são ateus, elas serão julgadas de acordo com suas realizações; o mesmo se aplica a todos, é claro.

Essas realizações são medidas individualmente de acordo com as encarnações, méritos, omissões anteriores e assim por diante. As pessoas podem ter sido ateus e ainda assim ter realizado algo; talvez tenham superado uma fraqueza particular ou um ódio contra alguém que compartilhou sua última encarnação, e isso conta a seu favor.

Então, essas pessoas estarão na esfera que lhes pertence, que construíram com seus sentimentos, com seus pensamentos e com suas atitudes gerais e particulares. Vocês tendem a esquecer, meus amigos, que as esferas não estão lá fora e vocês não são colocados nelas. As esferas são suas próprias criações. Você os constrói, e tudo o que você construiu é sua esfera, sua casa temporária.

PERGUNTA: Sempre pensei que os ateus permaneciam nas trevas porque estavam separados da luz divina?

RESPOSTA: Sim, na maioria dos casos. Mas também aqui não se pode generalizar. Pode haver um caso em que um ateu não esteja nas trevas. Ele ou ela certamente não será capaz de viver em uma esfera de bem-aventurança, beleza e harmonia divina, mas também não precisa viver em uma miséria terrível.

Depende de tantas considerações, meus amigos, pois o julgamento ou a avaliação de um caso particular é inteiramente relativo. Os seres que ainda estão muito subdesenvolvidos têm muito menos expectativas deles. Tomemos por exemplo as almas que ainda são muito jovens, que tiveram apenas algumas encarnações. Seus instintos ainda são baixos e rudes.

Essas pessoas podem ser tentadas a ceder a esses instintos e talvez matar alguém. Se essa tentação puder ser vencida - mesmo que essas pessoas não acreditem em Deus, mas tenham apenas algum senso de decência - suas almas terão conquistado grande mérito. Isso pode ser mais a seu favor e pode ser de mérito infinitamente maior do que o que as pessoas de desenvolvimento superior adquirem.

O que conta é o esforço para superar o eu inferior. Se o eu inferior ainda contém essas tendências obscuras em um espírito mais jovem, ou se o eu inferior simplesmente contém as falhas, fraquezas e correntes doentias que qualquer um de vocês possui, é irrelevante. O esforço conta.

Portanto, almas ateístas como as que mencionei aqui terão alguma luz em sua esfera, algum ponto brilhante que significa encorajamento aberto ou certa força que fluirá para elas em suas próximas encarnações. No Mundo Espiritual, a avaliação nunca é geral. É sempre estritamente pessoal e todas as considerações pessoais são julgadas.

Tudo é levado em consideração e, portanto, o julgamento é sempre totalmente justo. Para os seres humanos, isso é difícil de imaginar, já que vocês tendem a simplificar e generalizar demais.

Próximo tópico

Compartilhe