A Cruz

79 PERGUNTA: Qual é o significado do “caminho da cruz”, seus princípios e seu curso de ações? Como é comparável ao conceito oriental, aquele que segue o Buda?

RESPOSTA: O símbolo da cruz representa o ser duplo de uma pessoa. Você está em conflito com você mesmo. Essa é a grande luta a vencer. Todos os ensinamentos da verdade observam a dualidade fundamental da humanidade. Você vê isso especialmente ao explorar os conflitos e problemas mais íntimos.

Essa dupla expressão se expressa em muitas variedades. Existe o desejo de ser amado e a rejeição do amor. Existe o instinto básico de viver e a rejeição dele. Com isso, quero dizer mais do que apenas vida física. Quero dizer tudo o que implica a essência de uma vida vibrante, atendê-la plenamente. Existe o conflito na alma humana entre construção e criatividade versus destruição e estagnação. Tudo isso e muitos mais indicam a divisão de uma pessoa dentro de si mesma.

A cruz demonstra isso pelas duas barras, uma horizontal, uma vertical, indicando duas direções opostas. Enquanto os opostos não puderem ser harmonizados, haverá dor e sofrimento. Mas uma vez que esta batalha é concluída com sucesso, a pessoa real é ressuscitada e vive em harmonia, paz e alegria. Jesus demonstrou todo esse processo.

Ele demonstrou vitória sobre os opostos pela integração por meio do amor e do sacrifício. Isso se entende de maneira saudável e genuína, da maneira como expliquei na palestra sobre a grande transição humana, quando uma pessoa deixa de viver na perspectiva egocêntrica e se dá conta de que é parte de um todo.

Isso não é de forma alguma contraditório aos ensinamentos orientais. É apenas uma abordagem diferente, que apenas expressa outra faceta.

Próximo tópico

Compartilhe