Sofrimento

QA134 PERGUNTA: Parece-me, pelo que você tem nos ensinado, que o caminho da natureza é o do crescimento em direção à perfeição. O caminho do homem, por outro lado, parece ser aquele de se desviar de um caminho e se colocar em dificuldades. Lembro-me de uma linha do poema de Thompson sobre a madeira ter que ser carbonizada para controlar totalmente o homem. É necessário que o homem seja queimado ou se encontre em dificuldades ou em um beco sem saída antes de poder voltar?

RESPOSTA: Não seria necessário, exceto que o homem muitas vezes não deseja ver a verdade ou se esforçar, a menos que esteja em um estado de sofrimento. Mas não seria necessário por natureza. Agora, o caminho incrível e inconcebivelmente maravilhoso da Criação é que as leis são feitas de tal forma que, aconteça o que acontecer, o homem tem uma maneira de sair. Se ele quiser, pode evitar o sofrimento; se ele não escolher assim, pelo próprio fato de seu sofrimento, ele acabará por encontrar uma saída, simplesmente porque sofre.

Em outras palavras, o sofrimento nunca pode ser em vão. Parece que sim, visto de uma visão muito míope e fora do contexto. Mas, a longo prazo, essa é a verdade, meu amigo. O homem não precisa sofrer, mas como muitas vezes opta por permanecer na cegueira e na satisfação temporária e míope e precária dos sentimentos negativos, ele, portanto, produz mais negatividade, até que seu sofrimento se torne cada vez maior.

Quanto maior fica, mais ele está fadado a sair disso, porque finalmente só pode sair por causa de sua escolha e por sua vontade e por sua determinação. Freqüentemente, ele só determinará quando tiver sofrido, recusando-se a ver antes. Mas não seria, em princípio, necessário.

 

QA175 PERGUNTA: Esta é em parte uma questão social, em parte pessoal. Algumas pessoas na previdência - este é o aspecto social - é quase impossível reabilitá-las. Ouvimos essa pergunta repetidamente com os casos mais difíceis. Aprendi quando era assistente social que só poderia reabilitar, ou, digamos, ajudar, a pessoa que já estava motivada para ser ajudada. Repetidamente, surge a pergunta: O que fazer com as pessoas neste país?

RESPOSTA: Quem não quer ser ajudado, você quer dizer?

PERGUNTA: Sim. Portanto, minha pergunta é, e isso também se aplica pessoalmente: Como você motiva os desmotivados? O que chega a alguém? O que inicia a motivação em alguém?

RESPOSTA: Sofrimento.

PERGUNTA: Eles são.

RESPOSTA: Sim, mas às vezes os seres humanos têm que sofrer profundamente antes de serem motivados. Porque sua aposta em refutar o pai e, portanto, a vida e toda a sociedade é tão forte que, mesmo que sofram, eles ainda preferem sofrer do que ficar bons.

Não posso responder de um ponto de vista meramente humano, porque é impossível fazer isso. Pois eu sei que vocês, seres humanos, desejam encontrar soluções e ajuda para todos imediatamente. Isso é muito bom e muito bom - mas, infelizmente, não é realista.

Pois existem inúmeros, inumeráveis ​​seres humanos que devem passar pelas profundezas do sofrimento antes de quererem ajuda. Eles não aceitarão ajuda de outra forma. Eles devem chegar a um ponto em que percebem que seu jeito antigo não funciona - não vale a pena - que devem realmente querer mudar.

Se você der ajuda a uma pessoa que não está pronta para recebê-la, ela será atirada na sua cara. E isso se aplica exatamente da mesma maneira no microcosmo e no macrocosmo. Você pode ver isso de pequenas maneiras com todos vocês cujo ser geral deseja ajuda e deseja crescer e deseja realizar os potenciais divinos e está ansiando por amor e felicidade. E, no entanto, esse outro lado muitas vezes manca obstinadamente para trás, refutando a própria ajuda que a parte consciente da personalidade - e também a parte subliminar da personalidade - busca.

Em outras palavras, seu ser espiritual e seu ser consciente prosperam no amor e na verdade, e se movem em direção a isso e querem se mover em direção a isso. E ainda há essa negatividade em você que o refuta e não aceita a ajuda e luta contra ela. Portanto, você mesmo se encontra em uma batalha, e a maneira realista de fazer isso é ver isso, aceitar isso e, ao aceitar e ver, provocar a mudança.

Pelo que esses seres humanos sentem? Pelo que sentem suas psiques resistentes? Você sentirá: “Uma autoridade me disse que devo me comportar. Não vou me comportar, pois se eu só puder ser amado se me comportar de acordo com seus padrões, vou forçá-los a me amar ajudando-me, tornando-me tão miserável e desamparado que eles virão em meu caminho. ” Isso é o que está sendo dito por uma humanidade que refuta o modo de vida construtivo, a individualidade.

Claro que isso é uma distorção, porque embora isso possa ter sido verdade quando vocês eram crianças - que vocês só foram aprovados e aparentemente receberam amor quando eram bons meninos e meninas - não é mais verdade hoje, pois vocês são não sendo solicitado a se comportar. Está sendo oferecida a vocês uma ajuda que os torna seres humanos autossustentáveis.

Esse mal-entendido cria uma tremenda resistência a ser produtivo e autossustentável. E essa verdade só pode ser encontrada quando a outra forma, em muitos casos, não mostra nenhuma saída - quando o sofrimento e estar preso é demais, que se deseja realmente ver: “É a minha maneira de ser do jeito certo, o o jeito que é muito bom pra mim, o jeito que me faz feliz e isso não é, afinal, o mais importante? ”

Bem, isso pode parecer desanimador para pessoas de boa vontade que desejam encontrar maneiras rápidas de ajudar seres humanos enfermos. Mas essa panacéia não existe. Pois quando um ser humano não deseja ser ajudado, não há nada e ninguém que possa fazer algo a respeito. Nada.

Você só pode motivar uma pessoa na medida exata em que ela está aberta para isso. Caso contrário, você encontrará ouvidos surdos e olhos cegos.

PERGUNTA: Não há como abrir as pessoas para quererem ser motivadas?

RESPOSTA: Não, a menos que eles queiram. Se eles não quiserem, não tem como. Sim, você pode encontrar isso ou aquilo. Sabe, se alguém realmente não está motivado, você dá a ele circunstâncias materialmente boas, ele o fará menos. Você lhes dá sofrimento exteriormente, ele usará o sofrimento como uma desculpa para sua negatividade. Você sabe disso nos casos individuais.

Você não pode vencer se a pessoa não quiser ver a verdade. Não quero parecer negativo ou sem esperança. Eu não sou. Na verdade, eu digo que o mundo está crescendo, no geral. Mas existem esses seres humanos que não querem aceitar isso. E isso tem que ser visto e compreendido, pois então possivelmente um caminho pode ser encontrado se eles não sentirem a pressão sobre eles. Está claro? Você não acredita muito em mim, não é? Você acha que deve haver uma maneira de motivar as pessoas se elas não quiserem, não é?

PERGUNTA: Não sei. Não, eu concordo totalmente com você, não há. Mas isso torna a situação bastante desesperadora.

RESPOSTA: Não, não de um ponto de vista geral. Não do ponto de vista da realidade espiritual. Para o seu ponto de vista humano, é claro, isso é muito diferente. Mas há muitas, muitas entidades individuais que têm que passar exatamente por esse tipo de vida a fim de serem motivadas em seu eu mais íntimo, onde o fim cármico ao qual se aproximam será ligeiramente diferente.

Próximo tópico

Compartilhe