Colapso nervoso

QA166 PERGUNTA: Gostaria de perguntar sobre meu marido, que recentemente sofreu um colapso nervoso. Quais são os principais problemas que o levaram a esse estado, e como poderia ajudá-lo a recuperar as forças e a vitalidade?

RESPOSTA: O principal problema e razão, de um ponto de vista geral - do ponto de vista da evolução da alma individual - é o seguinte. Aqui está um ser humano, uma entidade humana, que está essencialmente e potencialmente pronto para evoluir e usar e investir suas energias e faculdades de uma forma muito mais significativa do que ele.

A maneira como ele conduz essas energias e suas faculdades e potencialidades é muito, muito diferente da maneira como deve ser usada, e isso cria um tremendo conflito interno. Isso o dilacera, porque quanto mais ele vai na direção que está indo, mais seu eu espiritual se rebela contra isso. E quanto mais o eu espiritual se rebela contra isso, mais ele tenta, sem saber, calar essa voz, ou atendê-la de maneira errada.

Agora, talvez seja possível para você alcançá-lo, uma vez que você saiba e compreenda isso, mas é muito essencial que quando você o abordar neste assunto, você não faça isso de uma maneira mecânica. Prefiro sugerir que você se dê mais tempo, em primeiro lugar, para observá-lo deste ponto de vista - que você realmente veja a verdade do que estou dizendo, em vez de ouvi-lo e segui-lo cegamente.

Uma vez que você sinta essa verdade - você a observa, você a vê - as chances são de que você o alcançará de uma maneira muito mais eficaz. Porque de outra forma seria apenas uma pregação com mais probabilidade de ser rejeitada por ele - que reverberaria por uma parede de resistência, uma parede de medo.

Se você fizer dessa maneira, as chances são maiores de que você terá uma orientação adequada, de que o momento certo será encontrado, o tom certo será encontrado. Tudo ficará bem, onde talvez apenas neste momento particular ele esteja mais acessível.

Além disso, eu diria que é mais provável que esse entendimento chegue a você quando você prosseguir em seu próprio desenvolvimento - especialmente em vista de suas recentes descobertas sobre você mesmo - e quando, portanto, também compreender mais profundamente suas irritações com ele.

Pois essas irritações bloqueiam o caminho para se chegar a um entendimento. E você ficará menos irritado quando compreender melhor o seu problema.

A reação em cadeia positiva aqui seria a seguinte. Depois de entender o que digo em uma base meramente intelectual, seria necessário que você se aprofundasse, nos problemas encontrados recentemente. Conseqüentemente, você verá mais objetivamente suas irritações, de modo que a força da irritação diminua - não porque você diga a si mesmo: “Não devo ficar irritado”, e mesmo punindo consigo mesmo, pois isso nunca tem sucesso. Mas, ao invés disso, entendendo a natureza da irritação - isso a diminuirá.

Com isso, você terá uma compreensão mais realista do que digo aqui. Você sentiria a verdade e, além disso, em conseqüência, você seria orientado para que chegasse o momento certo em que você pudesse transmitir isso.

Próximo tópico

Compartilhe