Dentro da mesma vida

230 PERGUNTA: O conceito de reencarnação na mesma vida é muito comovente, muito comovente. O que eu quero perguntar a você é, em tal processo, a pessoa está ciente disso? Existem sinais físicos? Ocorre durante o sono ou em estado de vigília?

RESPOSTA: A mudança ocorre gradualmente no nível externo e pode não ser imediatamente percebida pelo indivíduo. Mas definitivamente há uma mudança. É instigado pela alma no Mundo Espiritual durante o sono, quando as discussões com conselheiros espirituais sempre acontecem, quando uma pessoa está em um caminho de desenvolvimento. Portanto, a mudança é discutida e planejada em outro nível de realidade.

No nível físico manifesto, você pode experimentá-lo primeiro como uma mudança gradual de atitudes, interesses, atividades, ambiente ou expressão. Mais tarde, retrospectivamente, você verá que sua vida se tornou muito diferente. Mas a diferença é percebida não abruptamente, mas gradualmente.

Às vezes, uma crise profunda indica a mudança, mas essa crise, em princípio, não é diferente da morte física e do renascimento. Eles também são freqüentemente crises para aqueles que ainda estão em um estado obscuro de consciência. É claro que é menos traumático por um lado, pois não há nenhum corte na consciência que deva ser recuperado por meio de uma busca laboriosa. E essa é a grande vantagem da reencarnação na mesma vida.

PERGUNTA: Nesse tipo de reencarnação na mesma vida, surgem diferentes aspectos da entidade?

RESPOSTA: Sim, aspectos que não foram evocados na primeira encarnação dessa vida. Novos aspectos podem despertar que nunca apareceram nesta vida. Por outro lado, aspectos que foram enfatizados na primeira encarnação podem morrer após o renascimento. Eles não têm mais interesse, não servem mais a um propósito, então são postos de lado.

É por isso que às vezes uma pessoa muda completamente sua esfera de interesse no curso de um caminho espiritual. Pode não indicar necessariamente um processo encarnatório. Também pode ser que a pessoa tenha se desviado de seu plano original, mas depois se tornou suficientemente aberta para sentir o desvio e, assim, mudar de curso. Além disso, os mesmos talentos e interesses podem reaparecer, talvez tendo melhorado muito ou tendo sido direcionados para uma expressão diferente.

PERGUNTA: Você pode nos dizer por que o influxo da nova energia da consciência Crística acelerou esse processo?

RESPOSTA: Porque a energia é extremamente forte. A energia expressa o mais alto calibre de consciência, pureza, amor, desenvolvimento. É de uma frequência tão alta que só pode ser experimentada de forma benéfica por almas e personalidades compatíveis com ela. Caso contrário, esta mesma energia cria crises - manifestações negativas.

Se você se opõe a ela, se teme seu influxo e se contrai contra ela, ela parecerá uma força negativa, embora seja a força mais elevada, potentemente bela, amorosa e sábia. Isso mostra mais uma vez que a mesma coisa pode ser experimentada de maneiras totalmente diferentes. Depende da consciência, das expectativas e da visão do indivíduo em questão.

PERGUNTA: É possível que dois aspectos diferentes da mesma entidade reencarnem simultaneamente em uma vida? Duas personalidades diferentes em dois corpos diferentes, fazendo parte da mesma entidade?

RESPOSTA: Meus amigos, se vocês olharem para isso de uma forma profundamente verdadeira e realista, todos são um aspecto da mesma entidade. Essa é a verdade.

PERGUNTA: É possível que o medo da vida seja realmente um medo de morrer e reencarnar nesta vida? O processo de desistir do antigo e passar para o novo?

RESPOSTA: Sim, foi o que eu disse nesta palestra [Aula # 230 A Universalidade da Mudança - Processo Reencarnativo no Mesmo Tempo de Vida]. A vida é um fenômeno intenso e em constante movimento. Portanto, está mudando constantemente. Agora, se a mudança é temida, então a vida é temida e, naturalmente, a morte também é. A morte é apenas um aspecto da vida. Deve ser temido tanto quanto a vida. Eles sempre andam juntos.

Mudança e movimento significam morrer constantemente de um estado antigo para um novo, mas sempre levando aspectos do antigo em uma nova forma. Quem aceita e abraça completamente a vida não pode temer a morte e vice-versa. Eles são o mesmo fenômeno; portanto, uma e a mesma atitude deve prevalecer sobre vida, morte, mudança, movimento.

PERGUNTA: Com relação à minha crise recente, estou conectado com o que você disse nesta palestra, e gostaria de saber se isso é realmente um renascimento para mim neste momento.

RESPOSTA: Meus queridos amigos - todos vocês - esta pergunta eu nunca responderei. É algo que você precisa saber e sentir por dentro e nunca precisa de uma confirmação de fora.

PERGUNTA: Quando você fala de mudança ou medo da mudança, parece que reajo de maneira diferente. Sempre fui atraído pela mudança e sempre tive medo de situações estáticas. Vejo que para mim é uma forma de fugir. Você poderia comentar sobre isso?

RESPOSTA: Esse tipo de desejo de mudança, como você o descreve, muitas vezes é o desejo mal interpretado de mudança interna orgânica e real que a personalidade nega. Você teme uma mudança real e profunda e, como esse medo causa estagnação, você busca a mudança em um nível mais superficial como um substituto.

PERGUNTA: Durante esta palestra [Aula # 230 A Universalidade da Mudança - Processo Reencarnativo no Mesmo Tempo de Vida] Eu tinha essa imagem de outro ser, como eu, existindo além de mim, que continua e não morre; é eterno. Sou eu eterno. Senti que é minha tarefa ligar-me a ele. Tenho uma ideia do que é, e quanto mais entro em contato com ele, mais me tornarei unido a ele.

RESPOSTA: Claro, é disso que se trata. O eu superior está sempre lá e você sempre pode se conectar a ele. E quando o fizer, leve a sério, não o coloque de lado como uma ilusão. É tão real, é tão lindo. É o sustento da vida.

Próximo tópico

Compartilhe