Punição e criminosos | Geral

83 PERGUNTA: Até que ponto os humanos deveriam assumir a responsabilidade de punir um criminoso?

RESPOSTA: Não cabe aos seres humanos punir. Seu curso de ação deve ser, e um dia será, também assumir a responsabilidade de que qualquer crime pode acontecer devido a valores errados, sistemas errados, educação errada, atitudes erradas. Com esse reconhecimento, o peso será transferido da punição para a cura.

Mas a possibilidade de perpetrar mais crimes por essas pessoas deve ser estritamente evitada reduzindo sua liberdade externa, ao mesmo tempo que os ajuda a obter sua liberdade interna por meio do tratamento. De qualquer forma, isso pareceria uma punição para o criminoso, pois a violação da liberdade pessoal, bem como o doloroso processo de cura da alma, pode ser tão difícil quanto a morte ou a vida na prisão, mas seria muito mais construtivo. Tudo isso acontecerá um dia.

 

96 PERGUNTA: O criminoso, especialmente o habitual, está necessariamente em um estado de baixo desenvolvimento espiritual?

RESPOSTA: Tenho muito cuidado com as generalizações. Talvez, ou também pode ser uma questão de um desenvolvimento desigual: uma parte da pessoa pode ter se desenvolvido até certo ponto e outra estagnada de forma desproporcional. Se esse atraso desproporcional ocorrer, o atrito interno resultante precisará de uma saída. Às vezes, esses canais assumem a forma de atos anti-sociais. Então, a criminalidade é uma saída para aliviar a pressão interna.

PERGUNTA: Os membros da mesma família estão sempre no mesmo nível?

RESPOSTA: Oh, não, de forma alguma! Em uma família humana, você pode ter membros de famílias espirituais muito diferentes.

Próximo tópico

Compartilhe