Auto confiança

QA114 PERGUNTA: Para a pessoa que tem dificuldade de pensar, e ainda maior dificuldade em sentir, que pode alcançar seus recursos internos de força, você teria mais alguma coisa a dizer sobre a dúvida ou inconsciência que a mantém desligada desta parte de seus sentimentos ?

RESPOSTA: Sim, em primeiro lugar gostaria de dizer que existe uma falta de confiança em si mesmo que é, naturalmente, o resultado de muitos desvios. Por causa dessa falta de confiança em si mesmo, a pessoa se apóia em visões pré-digeridas e, portanto, o pensamento e o sentimento independentes são eliminados. Agora, surge a pergunta sobre por que existe essa falta de confiança.

Em última análise, é sempre devido nesta vida a uma experiência de infância que causou mágoa e ressentimento, como todos vocês sabem. O significado total dessa dor é afastado de vista e um mecanismo de defesa foi criado para evitar futuras mágoas semelhantes. É esse mesmo mecanismo de defesa que, por ser uma pseudodefesa ou uma pseudo-solução, não funciona. Posteriormente, a autoconfiança é constantemente atacada e desafiada.

O que a psique e a personalidade acreditavam que funcionaria, constantemente prova que não funciona. E, como se trata de um processo inconsciente, não há como enfrentá-lo. Tudo o que a personalidade conhece é um sentimento turvo de falta de confiança na própria percepção, experiência e pensamento, após o que se recorre à opinião pública.

É de extrema importância que todo esse processo seja desenrolado: Qual foi o dano original? Quão profunda e intensamente foi sentido? Qual foi a defesa subsequente contra isso? Por que essa defesa é um processo ou conceito irrealista e, portanto, sempre traz consigo uma redução da auto-estima? Nunca é suficiente compreender teoricamente e de maneira geral todo esse processo. Tem que ser descoberto individualmente.

Agora, é desnecessário dizer que a maioria das pessoas tem um grande medo de descobrir esse processo e encontrar essa mágoa original, com todos os seus sentimentos subsequentes fortes, pelos quais nos sentimos culpados. Também se teme que, ao descobrir essa pseudodefesa, seja necessário abandoná-la, embora ainda seja a única coisa que a psique conhece para afastar o que mais teme. Portanto, há uma resistência forte, uma batalha forte.

Próximo tópico

Compartilhe