Conexões Trance

QA211 PERGUNTA: Eu gostaria de perguntar a você sobre nosso grupo psíquico. Alguns de nossos participantes acham que devemos deixar as coisas como estão e não devemos permitir a entrada de novas pessoas. Pessoalmente, sinto que há algo de errado com isso. Eu gostaria de saber o que você sugere?

RESPOSTA: Não há nenhuma razão possível para que este seja um procedimento aconselhável. E eu sugeriria que aqueles de vocês que se sentem assim deveriam explorar verdadeiramente sua parte irracional e negativa em si mesmos, que querem ser especiais e querem se manter excluídos e querem criar uma espécie de aristocracia e especialidade e não lidar com a unidade da verdadeira espiritualidade.

Não há razão na Terra para que este seja um passo positivo. Tudo o que você pensa que só pode realizar em um pequeno ambiente, você pode realizar muito melhor quando outras pessoas podem se juntar, que também podem ter algo a desenvolver e que podem contribuir com sua energia e com sua consciência.

Eu nem me aventuraria neste momento a enumerar quais podem ser as possibilidades de motivações negativas. Pode ser orgulho; pode ser medo de estar menos protegido em um ambiente onde está mais exposto de outras pessoas. Mas certamente há motivações que vêm do pequeno eu do ego e, eu diria, questiono sempre que tais transmissões parecem ser mensagens de guias, pois na verdade não são assim.

PERGUNTA: Obrigado. Mais uma pergunta. Como você sugere que devemos lidar com as lições da sessão de transe que vêm por meio de qualquer um de nós, seja em transe ou na escrita automática ou na inspiração? Por exemplo, havia, em transe, um guia que nos disse que é preciso se apressar no desenvolvimento porque tempos difíceis estão chegando, e isso era questionável para mim. Então, o que você sugere que façamos?

RESPOSTA: Você está certo, minha querida. Você tem muito bom senso e isso é o mais importante para lidar com o desenvolvimento psíquico. Se o bom senso estiver faltando, você estará em grande perigo. Sempre há momentos difíceis e sempre bons. O tempo é uma coisa contínua e, de qualquer maneira, é uma ilusão. A humanidade passará por seu desenvolvimento como tem que passar por seu desenvolvimento. Nunca há pressa, mas sempre há necessidade de espíritos desenvolvidos.

Mas não há necessidade específica de pessoas específicas fazerem essa ou aquela tarefa. Isso já é suspeito e vem da impaciência, do orgulho e do desejo de não lidar com o eu em seus estágios lentos de desenvolvimento. O instrumento por meio do qual falo [Eva] já está nisso há mais de vinte anos de intenso desenvolvimento.

Não digo que seja necessário para todos - na mesma quantidade de tempo - porque o que foi criado beneficiaria quem o segue. Mesmo assim, o espírito de pressa é o seu maior obstáculo. Não há obstrução maior. Cuidado com essas mensagens!

Agora, meu conselho específico sobre como tratar a transmissão é que, antes que você possa esperar uma orientação confiável por meio de um instrumento, muito tempo e desenvolvimento devem ter passado. E agora você atrairá muitos, muitos espíritos que não são desenvolvidos, mas que podem se apresentar como tais com muitas transmissões bombásticas.

Se você não tiver bom senso e humildade, pode se perder nisso. Requer uma base muito boa dentro de você - em seus sentimentos, em seu bom senso, em seus conceitos, em seu corpo. A menos que você tenha isso e tenha muita autocrítica, você realmente estará em perigo. Seria melhor você esquecer o desenvolvimento psíquico. Não posso ser enfático o suficiente sobre isso.

Como disse aos meus amigos que realmente acredito terem um grande talento, um dia, pode chegar o dia, se eles passarem por provas em que possam realmente cumprir uma tarefa maravilhosa, mas o tempo não está aqui de forma alguma. E, neste ponto, como sugeri, 95% do desenvolvimento deve ser focado na autopurificação e XNUMX% no desenvolvimento psíquico.

Esses cinco por cento devem ser usados ​​principalmente para testar os espíritos e não apenas acreditar em qualquer coisa que eles dizem. Teste os espíritos e depois não trate os espíritos como se fossem seres exaltados simplesmente porque assim o dizem. Teste o que está acontecendo. É o que está sendo dito que deve ser testado, e não quem a entidade afirma que ele é. O quem é completamente sem importância. O que é importante.

Se você passar por isso, certamente terá contribuições maravilhosas a dar, mas o mesmo acontecerá com muitas, muitas outras pessoas, e ninguém é especial - nem este instrumento nem nenhum de vocês. No entanto, é claro, como eu disse na última aula, vocês também são muito únicos; a contribuição de cada um é única e necessária de maneira única.

Mas use o bom senso, a humildade e a autocrítica. Sobre tudo que passa, pergunte, duvide, questione, discrimine, pense em que valor é essa e aquela mensagem. Como é que realmente promove o seu desenvolvimento ou o de qualquer outra pessoa ao dizer isso e aquilo? Por exemplo, “tempos difíceis podem vir” é algo que o assusta - não poderia ser verdade.

Ou “você deve fazer isso com pressa” não poderia estar progredindo e não poderia ser verdade, porque simplesmente o levaria a ir muito rapidamente. Você não pode entrar rapidamente em seu ser mais íntimo e transcender, encontrar e superar suas obstruções. Isso dificilmente é possível. Portanto, teste o que está acontecendo. Teste os espíritos abertamente.

E quando terminar as transmissões, pergunte: "Por que isso e aquilo vêm por meio dessa pessoa em particular?" porque deve haver uma correspondência nessa pessoa que atrairia uma entidade particular que faria isso. Esteja preparado. Você terá espíritos que mentem. Tenha a humildade de aceitar isso.

Não se deixe cegar por uma competitividade infantil e orgulho. Esteja preparado para que, quando você descobrir entidades pretensiosas, elas possam precisar de sua ajuda, e talvez aceitem essa ajuda com gratidão, quando você não puder ser enganado por elas. Isso é o que tenho a dizer.

PERGUNTA: Em conjunto com isso, alguém que proclamou ser o expoente de Seth, outro espírito aqui na Terra, ele insiste que precisamos dele, e ele insiste que nossos grupos convirjam. Estou um pouco confuso e há muitas reações. Não tenho certeza se estamos lidando com isso em relação às reações.

RESPOSTA: Não sei de quem você está falando. Tudo o que tenho a dizer é que uma entidade, uma pessoa, que está neste estado, é exatamente disso que eu estava falando. Quando as pessoas têm parcialmente uma abertura psíquica e uma preponderância espiritual, e parcialmente uma boa vontade e uma consciência desenvolvida, mas então a outra parte nelas é de orgulho e de vontade própria e de medo de lidar com o eu em todos os seus aspectos, ocorre uma divisão completa. E o auto-engrandecimento em um grau incrível acontece.

Então, qualquer espiritualidade verdadeira pode ter existido em um ponto é completamente obscurecida e deixada sem cuidados. Tudo o que é verdadeiro e real nunca se manifestará dessa forma. E eu acho que quanto mais você se preocupa com isso, mais você se permite ser atraído para a circunferência de um indivíduo tão doente.

Se houver alguma coisa, você deve tentar salientar que essa pessoa precisa desesperadamente de ajuda. Se isso não for aceito, evite o contato, porque só vai exaurir desnecessariamente suas energias. E a razão pela qual você seria levado a entrar em contato com tal pessoa talvez seja importante, do seu ponto de vista, examinar.

 

QA211 PERGUNTA: Você pode verificar a relação dos espíritos que às vezes são conhecidos como elementais com nosso eu inferior e com nosso trabalho no Caminho?

RESPOSTA: Essas entidades existem e, na verdade, já as discuti antes, quando estava falando sobre o grupo de desenvolvimento psíquico. Esses são aspectos da consciência que estão encarnados em uma matéria extremamente densa - tão densa que a matéria com a qual você está lidando neste nível de realidade, você não consegue percebê-la.

Veja, você não pode perceber mais a matéria que é mais densa que a sua do que a matéria que é menos densa que a sua. E quer você chame essas entidades de espíritos elementais ou quaisquer nomes que você possa dar - espíritos desenvolvidos inferiores, demônios - esses são aspectos da consciência que se manifestam de tal forma onde há muito pouca consciência desenvolvida adicionada a eles.

Mas eles chegam aos seres humanos apenas na proporção exata em que as pessoas permitem - quando cedem à sua própria negatividade e destrutividade. Nunca, nunca você é vítima de qualquer outro ser, seja uma entidade humana ou não manifestada. Portanto, não é tão importante lidar com isso fora de você. Se você lida com isso dentro de você, você se protege contra todas as influências negativas em um sentido real.

Próximo tópico

Compartilhe