Sociedades da Nova Era

QA225 PERGUNTA: Vejo o sistema socioeconômico em que vivemos se desintegrando rapidamente. Você mencionou em várias ocasiões que a Nova Era está chegando e que essa Nova Era não só se manifestará espiritualmente, mas também materialmente. Existem sociedades ou nações nesta Terra que já alcançaram a mudança de que você falou?

RESPOSTA: Não, não, nenhuma nação fez isso ainda. Mas em todas as nações existem facções que estão prontas para os princípios da Nova Era, como também existem em todas as nações facções que não estão. Os grupos nos quais os princípios da Nova Era serão mais predominantemente vividos serão alguns centros espirituais em todo o mundo.

Mas mesmo aí, há sempre a necessidade de reconhecer, confrontar e lidar com a tendência do velho, que vive na consciência até mesmo da pessoa mais pronta da Nova Era. Portanto, deve haver uma batalha constante lá. E na própria batalha está a beleza e está o desdobramento.

Quando digo “batalha”, não quero dizer isso no sentido de guerra ou hostilidades. Quero dizer isso no sentido que você experimenta em seu caminho de reconhecimento, de confronto, de exposição, e de sempre convidar o divino para ajudar e guiar os processos internos, de modo a transformar as velhas tendências estagnadas que não confiam .

Portanto, o desmoronamento do antigo é um processo constante que às vezes é quase indivisível da criação do novo. Freqüentemente, o novo assume alguns dos antigos valores, usando-os em uma nova estrutura, em uma nova modalidade, mas ainda retendo alguns deles. Pois nem tudo deve ser jogado fora de qualquer maneira.

Portanto, é uma reconstrução muito semelhante à que você experimenta em seu caminho interior. A entidade Terra não é diferente da entidade individual. Você também não joga tudo fora de forma alguma. Muito pelo contrário.

Você encontra não apenas belos potenciais que não foram realizados, mas também aqueles potenciais que já foram realizados e que você retém e usa para o avanço do processo. É o mesmo com o mundo.

Próximo tópico

Compartilhe